sexta-feira, 2 de agosto de 2013

ASSIM FICA MAIS FÁCIL ENTENDER A AURICULOTERAPIA........

Através da Auriculoterapia podemos avaliar e tratar desequilíbrios que podem causar as mais variadas disfunções ou doenças, muitas vezes antes mesmo destas surgirem.
As orelhas possuem pontos ou áreas de reflexo que correspondem a todos os órgãos e funções do corpo, e quando estes são estimulados por sementes fixas por um pequeno esparadrapo, o cérebro recebe um impulso que desencadeia uma série de fenômenos físicos, relacionados com a área do corpo, produzindo a cura.
Para a sua aplicação temos como base a avaliação clínica através da entrevista, exames complementares e laboratoriais e também de uma avaliação auricular pela observação da presença alguns sinais e a palpação direta e a pela condutividade elétrica das áreas através de aparelhos específicos.
Também pode ser utilizado para analgesia em crises agudas em todos os tipos de dores, especialmente das dores do aparelho locomotor, o que a torna uma excelente técnica complementar para estes problemas.
Temos então uma modalidade terapêutica totalmente natural e com resultados bastante rápidos, possibilitando em alguns casos, a diminuição significativa da necessidade de terapêuticas medicamentosas.
Em 1958 é publicado na revista de Medicina Tradicional de Shangai os estudos do médico francês Paul Nogie
  • Paul Nogie foi o 1º a representar a orelha com um feto invertido
  • A partir daí os médicos chineses retomaram suas pesquisas unindo o conhecimento tradicional dos antigos textos as novas descobertas de Nogie
  • Dr. Paul Nogie, médico francês, é considerado o pai da Auriculoterapia pela OMS, pois foi a partir de suas descobertas que os chineses retomaram seus estudos em relação ao microssistema da orelha. Ele foi o primeiro a visualizar e mapear a representação do "feto invertido" na orelha.

Um comentário:

  1. cure também os chakras com http://novafaseracional.com.br

    ResponderExcluir